*Parvoíces fresquinhas

* Luta

* Ela, o Mar, e Ele

* Chamamento

* Desilusão

* Como eu

* Segredo

* Pura

* Fraqueza

* Noite

* Saudade

*Parvoíces já guardadas

* Setembro 2008

*Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

*pesquisar

 

*tags

* todas as tags

Free Hit Counters
Free Counter
Quarta-feira, 3 de Setembro de 2008

Não dizer 'não'

 

Há um mistério por desvendar

Um sentimento por revelar

Um livro que ainda não foi lido

Um toque que ainda não foi sentido

 

O cofre está por abrir

Um leve murmúrio consigo ouvir

O tesouro não foi descoberto

Mas sinto que está por perto

 

Sigo os passos do coração

Mas há quem me diga que tudo é em vão

Que devo deixar a esperança

Que é tudo um sonho de criança

 

No fundo eu não quero desistir

Sei que um dia vou conseguir

Não sei em quem confiar

Se em mim, se em quem me quer ajudar

 

Eu não posso parar agora

Quero lutar até à última hora

Até ao último segundo

Ir até ao fim do mundo

 

E tu, não me peças p'ra abandonar

Não digas que está longe como o luar

Inalcançável como o firmamento...

Deixa pelo menos que tente

 

Eu não quero sair desta ilusão.

Sei que soa como trovão,

Mas prefiro partir

A não poder sorrir

tags:
publicado por Me às 15:39
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Antes assim... a 3 de Setembro de 2008 às 15:58
É tão, mas tão lindo!! Como é que te atrevias a privar o mundo de tamanha beleza?? "Faxavor" de continuar, que a minha alma precisa de alimento!!

Comentar post

*links