*Parvoíces fresquinhas

* Luta

* Ela, o Mar, e Ele

* Chamamento

* Desilusão

* Como eu

* Segredo

* Pura

* Fraqueza

* Noite

* Saudade

*Parvoíces já guardadas

* Setembro 2008

*Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

*pesquisar

 

*tags

* todas as tags

Free Hit Counters
Free Counter
Segunda-feira, 8 de Setembro de 2008

Desilusão

Um dia todos crescemos

Damo-nos com um mundo que não percebemos

Deixamos de ser crianças

São tantas as mudanças

 

Deixamos de sorrir

Passamos somente a rir

Deixamos de cantar

Passamos a falar

 

Um olhar já não nos prende

Toda a gente finge que entende

No fundo ainda ninguém cresceu

Foi só um escuro que se deu

 

O mar já não nos encanta

O sonho já não se levanta

O sol deixa de colorir

Passa a simplesmente se fazer sentir

 

Tudo o que idealizamos desaparece

Todo o feitiço se esquece

A vida é somente vivida

Quando antes era sentida

publicado por Me às 12:07
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Sonhadora-T a 15 de Novembro de 2008 às 18:49
Gostei mt deste poema.

Sonhadora-T

P.S.: Sorry a invasão.

Comentar post

*links