*Parvoíces fresquinhas

* Luta

* Ela, o Mar, e Ele

* Chamamento

* Desilusão

* Como eu

* Segredo

* Pura

* Fraqueza

* Noite

* Saudade

*Parvoíces já guardadas

* Setembro 2008

*Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

*pesquisar

 

*tags

* todas as tags

Free Hit Counters
Free Counter
Quarta-feira, 3 de Setembro de 2008

Sufoco

Como fogo que queima

Espinho que espeta  sem se sentir

Faca que corta sem ferir

 

Tormento permanente

Dor abundante

Coisas que mais ninguém sente

 

Terramoto interior

Não se consegue ver

É difícil de entender

 

Só quem tem sofre

Arde cá dentro

Fechado que nem um cofre

 

Um tesouro que não brilha

Jóias que magoam

Diamantes que não perdoam

 

Amargura que consome

Aperto parece que come

Secura que traz ânsia

 

Um punho forte que tem poder

E que por isso não me deixa lutar

Aperta cá dentro como se quisesse matar

tags:
publicado por Me às 15:52
link do post | comentar | favorito
|

*links